domingo, 18 de janeiro de 2009

Quem vai?

À Casa de Dom Inácio chegam todos aqueles que procuram ajuda. Procurar ajuda demanda uma virtude subexistente: humildade. Requer compreender a Força Maior que comanda a Vida, requer a fé de confiar e entregar o curso dos acontecimentos nas Mãos amorosas do Pai. Requer atitude de respeito, devoção, entrega.

Muitas vezes percorremos longos caminhos de dor para atingirmos esse estado de Ser.

"Só é verdadeiramente livre quem aprende a obedecer" (André Luiz em Nosso Lar).

Evoluímos. Determinismo implícito às leis divinas que regulam o Cosmos. Podemos caminhar em linha reta, galgando com demasiado esforço a montanha da ascensão rumo à Perfeição. Podemos pegar atalhos. Podemos entrar no labirinto confuso do ego. Isso toma um pouco de tempo, mas os mecanismos corretivos da vida nos direcionam a jornada. A dor atua como bálsamo redentor que nos induz a reflexão, a meditação, o conhecimento interior.

Assim, procuramos, aflitos, a cura do corpo, o sossego das emoções, a tranquilidade do pensamento. E encontramos muito mais do que isso, pois a cura acontece de dentro pra fora, flui do Espírito para o corpo. Assim, se não estamos sãos, é porque ainda não conseguimos exercer com plenitude todos os potenciais do Espírito. Essa perversão (perverter = deturpar, desvirtuar) da energia de Deus é refletida no corpo físico através das doenças.

Em Abadiânia desembarcam irmãos com os mais variados distúrbios da saúde, muitas vezes graves, e mesmo quem vai só pra conhecer, não descobriu ainda que vai para curar o que nem sabia que estava doente! Vai para equilibrar seus carmas, harmonizar a alma, encontrar a Paz. Vai para aprender lições, ouvir corações, exercitar Amor.

E pra quem pensa que, devido à gravidade da vida, Abadiânia pode parecer sombria ou triste...hum, não sabem a surpresa que encontrarão: sorrisos de todos os tipos e pra todos os lados. Das crianças, dos velhos, dos doentes e dos sãos. Porque todos finalmente sabem: tudo ficará bem.

Assim, cada um recebe aquilo de que precisa e não necessariamente aquilo que foi buscar.



7 comentários:

  1. Olá, boa tarde.
    Gostaria de agradecer por suas preciosas informações. Estive na Casa de D. Inácio no período de 31/03/2009 a 03/04/2009 por meio desse blog.
    Segui todos as indicações e deu tudo certo, não tenho como agradecer, então resolvi tornar público meu agradecimento. Abraços. Silvânia Soares

    ResponderExcluir
  2. Esse blog esta sendo utiul pois não conheço e esta me dando boas dicas parabéns!Paz e luz

    ResponderExcluir
  3. este blog esta sendo util pois ainda não fui e esta me dando boas dicas PAZ E LUZ PARABÈNS!

    ResponderExcluir
  4. Deisy Tereza Tolotti23 de agosto de 2010 17:34

    Concordo que quando aí chegamos não temos noção daquilo que nos é dado vamos em busca de alguma coisa curas específicas e recebemos muita e muitas curas e bençãos que jamais conseguiríamos explicar é magico sublime só sentindo pra saber, fui em busca de cura para meu filho Fabio e levei várias fotos de familiares doentes pedi e roguei tanto por todos,estou em estado de graça, me sentindo diferente pra melhor é claro, é como se eu estivesse ainda nesta casa sinto a energia dela em mim, e me sinto muito feliz em paz com fé redobrada, com uma certeza maior que Deus tudo pode.Que Ele ilumine sempre todos nós.

    ResponderExcluir
  5. Leila Lacerda Sossai2 de fevereiro de 2011 05:59

    Casa de Dom Inácio é realmente um pedacinho do Céu aqui na Terra. Não tenho nem palavras para poder descrever essa Maravilha que fica em Abadiânia. Luzes e Bençãos se fazem presente em todos os momentos. Que Deus na sua infinita bondade possa sempre iluminar, intuir e amparar o nosso querido médium João de Deus, juntamente com essa maravilhosa Falange Espiritual dirigida por Dom Inácio, no Espírito de Dr. Augusto.
    Fiquem com Deus

    ResponderExcluir
  6. Prezada Thais:

    Agradeço muito pela disponibilidade e carinho ao nos apresentar este blog tão organizado e cheio de informações!...
    Bacana mesmo!!!
    Está sendo muito útil para mim!...

    Estou buscando a Casa de Dom Inácio por causa de problemas de saúde (e outros) meus e da minha família.
    Porém ainda tenho algumas dúvidas:

    1. Preferiria ir para Abadiânia em um período que não fosse movimentado demais...
    Pensei no próximo mês, agosto (ou setembro) - após as férias escolares, mas parece que há uma festa (Nossa Senhora d’Abadia) no dia 15...
    Seria um bom momento a partir da 2a. quinzena do mês - ou mesmo antes da festa?
    Se não der para agora, quais as épocas mais tranquilas, no geral, para se ir?

    2. Quantos dias seria necessário ficar em Abadiânia - uma semana deve ser suficiente ou mais?

    3. É necessario fazer reserva em pousada com aproximadamente quanto tempo de antecedência?

    4. Seria imprescindível levar peças de roupa de todos os familiares (meio difícil conseguir) ou só fotos já seriam suficientes?

    5. Como deve estar o clima na região nesse periodo de agosto/setembro?

    Aguardo, ansiosa, pelas respostas, para, dentro do possível, já organizar-me para a viagem.

    Atenciosamente,

    Julieta / Belo Horizonte

    ResponderExcluir
  7. Bom, vamos lá Julieta.
    Vamos ver se posso ajudá-la...

    1. Quanto a estar mais tranquilo, vou ser franca que as últimas duas vezes que estive lá me surpreendi com a quantidade de pessoas. A necessidade de crescimento espiritual tem se potencializado no nosso planeta e a procura por auxílio também tem aumentado. Mesmo assim, mesmo cheio, os atendimentos são realizados com o mesmo amor. A festa que você menciona não é (pelo menos não que eu saiba) tradicional em Abadiânia. Diferente das festas de aniversário do médium e do dia de Dom Inácio (dias 25 de junho e 31 de julho respectivamente). Portanto, se você conseguir se organizar para ir em agosto não vejo problemas. E quanto a períodos tranquilos...bem, sou suspeita pra falar porque já passei dois finais de ano (Natal e Ano Novo) lá e não há período melhor!
    2. Quanto aos dias necessários, uma semana de trabalhos (4a a 6a feiras) é o suficiente pra muita gente. No entanto, se você for operada pode ser necessário permanecer por mais uma semana. Eu já fiquei períodos de três semanas, mas durante o ano por exemplo, enquanto trabalho, às vezes vou e permaneço dois dias. E, na verdade, é sempre bom!
    3. Quanto às pousadas, assim que você souber quando vai, reserve o quanto antes. Existem épocas em que ficam mais cheias, outras épocas mais tranquilas, mas nunca se sabe. Eu, particularmente, tenho ficado nas últimas vezes na Pousada Furlan, onde sou sempre muito bem recebida pela Igui.
    4. Não precisa levar peças de roupas de todos não. Leve as fotos de quantos conseguir, dos que não conseguir, anote os dados perincipais (nome, data de nascimento e endereço). Não se esqueça: concentre-se no seu trabalho. Muitas pessoas podem ser beneficiadas através de você sem ao menos você saber!
    5. O clima em Abadiânia é sempre ameno. Mesmo no inverno o frio não é intenso. O sol é sempre forte e o ar sempre mais seco. E no verão costuma chover, como em todo o Brasil.

    Espero ter conseguido ajudá-la de alguma forma. Se você ainda tiver dúvidas, pode me enviar seu email pelo blog e nos falamos mais diretamente.

    Deus abençoe sua caminhada hoje e sempre. Muita Luz.

    ResponderExcluir

Aos amigos do coração, esse blog é pessoal, não representa ou fala pela Casa de Dom Inácio, é apenas um meio de divulgação de experiências e informações úteis, que podem levar outros irmãos em necessidade às Mãos abençoadas dos médicos espirituais. Envie sua contribuição para que assim a página seja enriquecida. Obrigada e muita Paz!