domingo, 18 de janeiro de 2009

Primeiros Passos

Terra vermelha, poeirenta.
Céu de brigadeiro.
Sol escaldante.

Quem desce do ônibus na beira da estrada principal entre Brasília e Anápolis dá os primeiros passos, ainda receosos, em um mundo de milagres possíveis. Abadiânia é a terra da esperança para muitos que chegam. Ali, onde nada é certo, TUDO é possível.

Quem vem, vem de longe, quem sabe de onde! Muitas vezes do outro lado do globo. Traz na bagagem um coração partido, um corpo mutilado, uma alma aflita. Desenganados pela Medicina moderna, desencontrados de si mesmos, sedentos de explicações e de Paz.

A cidade é simples, casebres semi-acabados beiram a rua estreita e comprida. Os moradores espreitam discretamente, oferecem sorrisos tímidos, porque sabem que ali chega mais um visitante doente. Doente do corpo ou doente da alma, quase todos vêm em busca de respostas. Do lado de cá da BR, Abadiânia é um pedacinho do céu na terra. Oferece respostas, luz no caminho, energia regeneradora, afeto ao coração carente.

Conforme ascendemos pela rua, rostos dos mais diversos se descobrem, as roupas brancas flutuam no vento fresco e reluzem sob o sol ardente. A Babel é ali. Sotaques dos mais diversos, inglês em sua maioria, apontam que naquela cidade o mundo se reúne. Não existe sectarismo, divisão, dualidade. Todos se encontram e falam uma só língua: o Amor.

Ninguém entende com precisão o que acontece, mas todos SABEM que acontece. Isso se chama FÉ. A entrega completa e absoluta do ego ao Amor Universal, ao poder dessa energia, a Deus. Ali, naquela expressão absoluta do ecumenismo, todos são bem recebidos: cristãos de todas as crenças - católicos, evangélicos, espíritas - espiritualistas de todas as linhas - ocidentais e orientais - e há também quem não siga qualquer tipo de crença institucionalizada. Mas, afinal, quem se importa? Saber é bem mais que crer. Nessa cidade o universalismo ecumênico é um tributo de amor aos ensinamentos do Cristo. Quem chega em Abadiânia, chega para abrir mão de tudo que foi, para abandonar os velhos olhares e julgamentos, para enxergar a natureza eterna no Espírito. Chega para exercitar os músculos atrofiados da tolerância, da compaixão, do amor fraternal e desinteressado.

Quem vem a essa cidade de Luz, deve saber: nunca mais será o mesmo. Sair daqui e querer voltar aos velhos hábitos, à mesma forma de enxergar a vida e de se relacionar com o mundo não será mais possível. A não ser que você se esforce pra isso.


7 comentários:

  1. Que toda informacão recebida por mim e pela minha familia seja transformada em dobro de luz no seu caminho, irmão.
    Fica com Deus

    ResponderExcluir
  2. Continue este lindo trabalho. Estive duas vezes em Abadiânia. É exactamente como relatou. É algo indescritível. Muita Luz, muita Paz e muito Amor. Bençãos mil. Hélène Monteiro.

    ResponderExcluir
  3. Estou indo à Abadiânia e seu blog nos ajuda muito! Obrigada pela iniciativa! Um abraço, Renata

    ResponderExcluir
  4. Passei por aqui em busca de informações pra um amigo, desenganado pela medicina da Terra.
    Seu blog é apaixonante!!! Vc falou com simplicidade tudo que eu esperava ouvir. Suas dicas serão de grande proveito! Obrigada!!! Que Deus te ilumine sempre!!!!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada!
    Eu bem sei que quando o escrevi, há poucos anos atrás, ele me foi todo intuído.
    Já faz mais de ano que não vou a Abadiânia (por inúmeros motivos) mas sempre fico feliz de receber esse tipo de comentário.
    Me faz sentir em conexão íntima com a Casa, mesmo estando longe.
    Deus ilumine os caminhos de vocês.

    ResponderExcluir
  6. Estou indo dia 05/08/2014 e seu blog me ajudou e muito. Que você receba em dobro a ajuda que me deu. Carinhosamente, Rívia.

    ResponderExcluir
  7. Eu fui convidada por uma amiga, quando estava muito doente. E encontrei a cura e o entendimento para minhas aflições. Sempre que posso levo pessoas q estão em dificuldades para conhecer a Casa e suas curas.
    Recomendo e sempre retornarei. Pois onde há Amor, Fé e Caridade, haverá sempre esperança!!

    ResponderExcluir

Aos amigos do coração, esse blog é pessoal, não representa ou fala pela Casa de Dom Inácio, é apenas um meio de divulgação de experiências e informações úteis, que podem levar outros irmãos em necessidade às Mãos abençoadas dos médicos espirituais. Envie sua contribuição para que assim a página seja enriquecida. Obrigada e muita Paz!