domingo, 18 de janeiro de 2009

Prece de Cáritas

Em agradecimento.

Imagem by Claudio Gianfardoni

"Deus nosso Pai, que tendes poder e bondade,
dai força àquele que passa pela provação,
dai luz àquele que procura a verdade,
ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.

Deus, dai ao viajor a estrela guia,
ao aflito a consolação,
ao doente o repouso.

Pai, dai ao culpado o arrependimento,
ao espírito a verdade,
à criança o guia,
ao órfão o pai.

Senhor, que a Vossa bondade se estenda sobre tudo o que criastes.

Piedade, meu Deus, para aquele que Vos não conhece;
esperança para aquele que sofre.
Que a Vossa bondade permita aos Espíritos consoladores
derramarem por toda a parte, a paz, a esperança e a fé.

Deus, um raio de luz, uma centelha do Vosso amor pode iluminar a terra;
deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita
e todas as lágrimas secarão,
todas as dores acalmar-se-ão;
um só coração,
um só pensamento,
subirão até Vós,
como um grito de reconhecimento e amor.

Como Moisés sobre a montanha,
nós Vos esperamos de braços abertos,
oh, Poder!
oh, Bondade!
oh, Beleza!
oh, Perfeição!
e queremos
de algum modo
alcançar a Vossa misericórdia.

Deus, dai-nos a força de ajudar o progresso
a fim de subirmos até Vós;
dai-nos a caridade pura,
dai-nos a fé e a razão,
dai-nos a simplicidade que fará das nossas almas
o espelho onde se deve refletir
a Vossa Imagem."

Cáritas, 25 de dezembro de 1873
(psicografada por Mm. W. Krell, Bordeaux, França)

Por que escrever?

Quando meu médico me disse "ah, isso não tem jeito, não tem tratamento, tem que esperar pra ver no que dá" - frase que se repete frequentemente e que é história comum das pessoas que chegam em Abadiânia - eu tive, felizmente, um amigo de coração sensível que me disse: "você conhece a Casa de Dom Inácio?"

Eu levei ainda um ano tentando chegar na Casa, programando dias de folga do trabalho, planejando, e em dezembro último, em 2008, finalmente fui. E era como se sempre tivesse estado lá. Como se fosse minha própria Casa, para onde finalmente voltei.

No entanto, não foi fácil reunir as informações necessárias para chegar. Encontrei alguns sites em inglês, reuni tudo que lia por aí, acessei o Manual da Casa online, fiz contatos telefônicos.

Abadiânia é frequentada, em sua maioria, por estrangeiros e é impressionante perceber como se sabe pouco sobre o trabalho do Sr. João, que ultrapassa 50 anos de dedicação, aqui no Brasil.

Felizmente alguns meios de comunicação têm olhado com menos preconceito e mais fé para o trabalho de Luz que é realizado na Casa de Dom Inácio. Pode-se encontrar informações da Casa na Revista Galileu de dezembro de 2008, no programa SBT repórter de fevereiro de 2009, no Canal Discovery (reapresentação frequente), uma entrevista pelo canal americano CNN ou no programa da renomada apresentadora americana Oprah Winfrey.

No entanto, tudo que é bom deve ser, não dividido, mas multiplicado. Como disse Alexander Supertramp (Filme Na Natureza Selvagem): "hapiness is only real when shared". E aqui estou eu, me autoconvoquei para passar algumas informações úteis e experiências pessoais que tive, que possam, queira o Pai, auxiliar algum irmão em aflição. Como um dia fizeram comigo. Conto ainda, com a contribuição daqueles que já foram, continuam indo, e que, mais do que eu, têm experiência de sobra para colaborar com este blog. Os depoimentos de curas serão postados com muito respeito.

E eu só posso agradecer, todos os dias, a Dom Inácio, ao Dr. Augusto, ao Sr. João e à toda a Falange de Seres de Luz que trabalham na Casa e que continuam me acompanhando e me protegendo.

Porque eu achei que tinha limite para a quantidade de bençãos que a gente recebe, mas a cada dia que passa percebo que não. O Pai é Bom demais!

Chuva cor-de-rosa? Só em Abadiânia!






Prece.


"Pai, me permite voltar nesses jardins de Paz, receber essa energia, encontrar esse estado dentro de mim, sempre que meu coração ansioso, aflito ou triste, se perder nos caminhos da vida, sempre que me faltar sossego, sempre que não souber por onde andar...Pai, me aceita entre teus filhos, e eu saberei que estou protegido, saberei que meus pensamentos, minhas palavras e minhas ações estão a contribuir com a Tua obra de Luz. Obrigada por me permitir Te conhecer e chegar até Vossos pés."

Onde ficar?

Existem muitas opções de hotéis e pousadas para se hospedar, a maioria delas são simples, nada luxuosas, mas deveras confortáveis e limpas. Afinal, o objetivo maior nesse pequeno pedaço de paraíso, é olhar a vida com outros olhos, olhos do Espírito Imortal e, de verdade, as conveniências e supérfluos da vida material precisam ser consideradas de forma diferente.
Abaixo, o contato de algumas pousadas e hotéis.
Contribuições serão bem aceitas. Obrigada.

Pousada Catarinense
pousadacatarinense@terra.com.br
http://abadianiapousada.com.br/abadianiapousada/index_ing.htm
(62) 3343-1443

Caminho Encantado
caminho.encantado@hotmail.com
(62) 3343-1955

Pousada Nosso Lar
pousadanossolar@aol.com.br
(62) 3343-1373

Pousada Dom Ingrid
ricmello@terra.com.br
valdete.ferreira@terra.com.br
(62) 3343-1206


Hotéis Amazonas e Brasil (mesmos donos)
hotelamazonas@terra.com.br
(62) 3343-1378










Pousada Furlan
ignezfurlan@yahoo.com.br
http://www.pousadafurlan.com
(62) 3343-1338









Pousada Santa Helena
pousada_santahelena@hotmail.com
(62) 3343-1295

Pousada Santa Maria (ao lado do Hotel Amazonas)
arthurrisant@ibest.com.br
(62) 3343-1073

Pousada America's
pousadaamerica@hotmail.com
(62) 3343-2314
(62) 3343-1604
(62) 8587-0413

Prates
noprates@hotmail.com
(62) 3343-1200

Pousada dos Girassóis
miriampruja@hotmail.com
(62) 3343-2046
(62)3343-1980
(62)3343-2089
(62)9622-2934

Hotel San Raphael
cpapas@gmail.com
(62) 3343-2383

Hotel Montreal
(62) 3343-2262

Hotel Paraíso
hotelparaisosanjose@hotmail.com
(62) 3343-1231

Hotel Rei Davi
hotelreidavi@gmail.com
(62) 3343-1145
(62) 3343-1755
(62) 8414-7408
Fotos: clique aqui

Irmão Sol e Irmã Lua e Pousada Namastê (mesmos donos)
sol.luna@terra.com.br
sol.luna2@terra.com.br
(62) 3343-1544
(62) 8419-1775
(62) 7811-9394
(62) 7813-2905

Jardim dos Anjos
http://jardimdosanjos.com/
jardimdosanjos@yahoo.com.br
(62) 3343-1793

Lindo Horizonte
lindohorizonte@hotmail.com
(62) 3343-2354

Luz Divina
http://pousadaluzdivina.com/
ctucker@onehearttours.com
(62) 3343-1830

Pousada Martins
pousadamartins@yahoo.com.br
(62) 3343-1352

Pousada São Francisco (Dona Rosinha)
(62) 3343-1089
(62) 3343-1346


Pousada Santa Rita
pousadastarita@brturbo.com
(62) 3343-1243







Pousada Europa - Marcela Araújo
pousadaeuropa03@hotmail.com
(62)3343-1795
(62)8516-3947

Pousada do Sul
(62) 3343-1171
(62)9338-1378
(62)8230-6793
http://www.pouzadadosul.com
pouzadadosul@hotmail.com

São Miguel
saomiguelpousada@yahoo.com
http://www.pousadasaomiguel.com/
(62) 3343-2021



Para aqueles que não têm condições financeiras, a Casa muitas vezes auxilia os irmãos com abrigo e alimentação.

Atitude nas pousadas.
Os hotéis e pousadas de Abadiânia são locais de repouso onde se restabelecem as forças e obtém-se curas. Amigos espirituais velam pela cidade e nos quartos, muitas vezes, prestam os cuidados demandados. Por isso, respeite o silêncio, evite a agitação e o barulho incessante da televisão e mantenha conduta tranquila e digna.

Como chegar?

Abadiânia fica a 103 km de Brasília em direção à Anápolis.
Alexânia, entre Brasília e Abadiânia é a cidade mais próxima, a 28 km.
De Abadiânia em direção à Goiânia, são 91km, passando por Anápolis, a 37 km.

Se você chega de avião, pode ir por Brasília ou por Goiânia.

Em Brasília, existe um ônibus que parte da rodoviária nova (Guará) para Anápolis, da empresa Araguarina. Custa em torno de 18,50 reais, leva aproximadamente 2h e 30min, e sai com bastante frequência. Do aeroporto para a rodoviária nova você pode ir de táxi, se tiver malas (custa em média 30 reais).

Você também pode pegar um táxi direto do aeroporto pra Abadiânia. Se você escolher essa opção, que é sem dúvida a mais confortável e prática, consiga um táxi através da pousada ou hotel que você reservar. Isso porque os taxistas que trabalham vinculados à Casa cobram um preço específico (150 reais) combinado para beneficiar ambas as partes, passageiro e motorista, sem que haja abusos de ambos os lados. Se você for pagar a corrida marcada por taxímetro vai pagar muito mais (aproximadamente 240 reais).

A volta de táxi é a melhor opção para quem quer levar várias garrafinhas de água para casa e mais a bagagem própria. E você sempre encontra pessoas amigas para dividir os gastos!

Táxi do Antão
(62) 9918-4053
(62) 8506-6653
taxiantao@hotmail.com

Táxi do Marcelo
(62) 8164-0128
marcelotaxi1@hotmail.com

Táxi do Vivaldo
(62) 9923-4660
(62) 3343-1206
valdete.ferreira@terra.com.br

Táxi Hotel Rei Davi (Márcio)
(62) 3343-1145
(62) 3343-1755
(62) 8414-7408


Embora eu não tenha feito ainda o trajeto Goiânia-Abadiânia, o que me passaram de informação é que do aeroporto de Goiânia pode-se pegar um táxi para a rodoviária, e de lá um ônibus para Brasília (e descer na BR) ou Anápolis (e de lá para Abadiânia).

Também existe a opção de alugar um carro em Brasília, em alguma locadora no próprio aeroporto. Para quem vem com pessoas mais debilitadas, que não podem caminhar muito (existem pousadas bem próximas da Casa, como a Santa Helena, por exemplo. As outras ficam a 5, 10, 15 minutos de caminhada) ou com cadeirantes, gastar com táxi, mesmo para distâncias curtas, não vale a pena. Se você estiver bem o suficiente para caminhar, desfrute as noites estreladas e tente fotografar alguns orbes!

Existêm também grupos organizados de excursões de ônibus que partem de diversas cidades do Brasil em direção a Abadiânia. Embora seja uma viagem longa, muitas vezes é mais viável financeiramente.

Partindo do Rio Grande do Sul:
GVS Turismo
http://www.gvsturismo.com.br
gvsturismo@yahoo.com.br
(51) 3597-9316

Anjos da Paz
vanessalemos@hotmail.com
(51) 3592-1639
(51) 9172-0892

Partindo de São Paulo:
Sonia Martins Suiguetaka
casadominacio.sonia@yahoo.com.br
(11) 3531-1453
(11) 9476-4718

Alice
(11) 3106-2075

Partindo do Espírito Santo:
Beth
(27) 3034-4479
(27) 9236-9392



Se você vai de carro, Google Maps amigo! (rs..)
E boa viagem. Vá em paz.

Dados gerais

Dias e horários de atendimento
De quartas a sextas-feiras, a partir das 8hs e a partir das 14hs.


Pede-se preferencialmente que se use roupas claras, brancas sempre que possível.

Importante: os atendimentos são gratuitos. Uma taxa mínima é cobrada pelos comprimidos para que se cubra os gastos de manufatura. Os membros da Casa não são autorizados a receber doações. Todas as doações são bem-vindas e depositadas em caixas dentro de envelopes próprios.

Qualquer informação adicional, pode-se ligar na secretaria da Casa no número
(62) 3343-1254

Ou no email: casadedominacio@hotmail.com

Obs.: tem acontecido de algumas pessoas não conseguirem falar nesse número. Isto se dá porque o número não dá sinal de ocupado. Sempre que es
tiver ocupado ouve-se uma mensagem da operadora telefônica. Por isso, tente novamente até que desocupe.

Ou entre em contato com o Chico Lobo, relações públicas da Casa, no telefo
ne:
(62) 9974-4010


Endereço: Av. Francisca Teixeira Dama s/n
CEP 72940-000

Abadiânia - GO - Brasil

Outras atividades
Terço Mariano (Rosário)
Todas as noites é rezado o terço, às 20hs (incl
usive finais de semana)

Canções e orações (em inglês)
Domingos às 10hs da manhã

Tarde de música
Terças-feiras às 16hs


Banho de Cristais
Agendados previamente na Livraria (Bookstore), preço: 20 reais.



OBRAS ASSISTENCIAIS


CASA DA SOPA
A Casa da Sopa foi inaugurada em 2004. Foi construída pela orientação da Entidade Dr. Augusto com o claro propósito de oferecer alimentação a tantos quantos a procurassem. Aproximadamente 1500 pratos de refeição são servidos a cada terça, quarta e quinta-feira. Além disso, a Casa da Sopa faz doações de roupas, brinquedos e materiais escolares para as famílias da região. Tem também um programa de atividades pós-escolares para as crianças. Fica localizada do outro lado da BR que corta Abadiânia. Faça uma visita, vale a pena!

Dezembro de 2009

Festividades. Próximo ao Dia das Crianças (12 de outubro) e do Natal (25 de dezembro) são realizados eventos festivos em que se distribuem, a aproximadamente 5000 pessoas, alimentos, doces e milhares de brinquedos. Uma grande festa é montada com música, brincadeiras e muita alegria!

Natal de 2009


ODONTOCLÍNICA INFANTIL
A odontoclínica foi contruída para sanar uma necessidade local de saúde pública. Ela atenderá, quando inaugurada, às crianças da região. Fica localizada ao lado da Casa da Sopa, do outro lado da BR.



Sites de interesse
Casa de Dom Inácio, Abadiânia - Goiás
http://www.voluntarioseamigos.org/

Confira as fotos no:
http://www.voluntarioseamigos.org/fotos.html

Casa Dom Inácio Sul
http://www.joaodedeus.com.br/

Site Amigos da Casa (em inglês) - contém o Manual da Casa, em inglês e português
http://www.friendsofthecasa.info

Outras informações em inglês
http://www.johnofgod-info.com/

http://www.abadianiaportal.com

Existem links no You Tube com cirurgias visíveis realizadas pelo médium. Você pode entrar com "João de Deus", "John of God", "Casa de Dom Inácio" ou "Abadiânia".

Reportagens
Revista Galileu de dezembro de 2008
SBT Repórter de fevereiro de 2009
Canal Discovery (reapresentação frequente)

Livros
Curas Espirituais. De Ismar Estulano Garcia. AB Editora. 3a edição, 2009.
João de Deus: o curador e seus milagres. De Robert Pellegrino-Estrich. Múltipla Gráfica e Editora.
Uma Missão de Amor. De Carlos Joel Castro Alves. Múltipla Gráfica e Editora. 2a edição, 1995.
João de Deus: fenômeno de Abadiânia. De Liberato Póvoa. Casa de Dom Inácio. 5a edição, 2003.

Os atendimentos (parte II)

Assim, os atendimentos começam na quarta-feira pela manhã, às 8h, seguindo o mesmo método na parte da tarde, às 14hs. Os trabalhos de quinta e sexta-feiras seguem o mesmo procedimento.


Aqueles que são orientados a permanecer na corrente devem chegar 30 min antes de cada sessão, às 7h e 30min e às 13h e 30 min, para a manhã e a tarde, respectivamente. Devem se sentar na primeira ou na segunda salas, sendo que a terceira sala fica reservada para aqueles que acabaram de passar pela entidade e para os médiuns da Casa.

A entidade pode prescrever diferentes tratamentos para cada caso. Para alguns, comprimidos, para outros, cirurgia, para outros, sentar na corrente. Ainda há os que sejam orientados a tomar o Banho de Cristal ou um banho na cachoeira da Casa, que só é visitada com autorização da entidade. A entidade pode ainda anotar algum dado pessoal para trabalho posterior, ou dar alguma orientação bastante específica, quanto à dieta, hábitos, mudanças a realizar. Muitas pessoas levam fotos de entes queridos que precisem de auxílio e pedem por estes. Você pode intermediar um tratamento à distância.

De qualquer forma, todos os tratamentos devem ser obedecidos e seguidos respeitosamente, acreditando que sejam o melhor possível e o necessário para o seu caso. Existem pessoas que vão em busca da cirurgia e podem ser designadas para a corrente, ou podem receber os comprimidos. Acredite, curas espetaculares acontecem rotineiramente através desses métodos.

Os comprimidos, farmacologicamente designados como Passi Flora, não são apenas isso. São muito mais do que isso. Na Farmácia, onde os comprimidos são entregues sob prescrição, uma equipe espiritual especializada infunde na matéria dos comprimidos TUDO o que é necessário e específico para o seu caso. Creia.

Sentados na corrente, os médiuns e todos aqueles designados pela entidade, se unem em uma corrente de forças em que cada um é um elo indispensável, doando e ao mesmo tempo recebendo. Ofertam, ao mundo sutil, os fluídos densos necessários para as curas dos demais irmãos. Dessa forma, enquanto doam, são limpos, equilibrados, energizados. Mantenha atitude de entrega e amor ao próximo.

O Banho de Cristal é um equipamento que consiste numa haste metálica pela qual se prendem um conjunto de 7 cristais pontiagudos. Cada cristal vibra em determinada frequência, sob determinada cor, e são assim posicionados sobre cada centro de força energético, ou chakra. O Banho de Cristal limpa, harmoniza e energiza cada chakra.

A cachoeira da Casa é um local sagrado. Verdes vibrantes, cheiros, toques, brisas. Por todos os lados Deus se faz presente. Silêncio, respeito ao próximo e à Natureza. Aquelas águas são abençoadas por dezenas, talvez centenas de Seres invisíveis aos olhos físicos e que presentes, retiram dos corpos físico, mental e astral os miasmas, as perversões, os bloqueios, as dores morais e físicas da alma aflita e cansada, que sai de lá relaxada, em paz, cheia de Luz.
Atente que só é permitido ir à cachoeira com a autorização da entidade, e existem regras que devem ser respeitadas como o horário limite de 18hs, o tempo de permanência na água de 5 min, a atitude interna de prece e quietude, entre outras.

As cirurgias realizadas são curas do corpo perispiritual. São realizadas numa sala especialmente preparada. Orientações são previamente oferecidas por membros da Casa, os Filhos da Casa. As cirurgias são usualmente INVISÍVEIS, com a atuação astral dos Seres de Luz. Demanda-se a concentração individual, a influência salutar da corrente mediúnica e a doação do médium, que se mantém concentrado em sala à parte.

Há aqueles que queiram, VOLUNTARIAMENTE, passar por uma cirurgia VISÍVEL, em que, através do veículo físico do médium, o MESMO procedimento é realizado. Embora as cirurgias visíveis sejam muitas vezes maravilhosamente impressionantes aos sentidos, em vistas às circunstâncias em que ocorrem, com AUSÊNCIA DE DOR e muito pouco sangue, todos os procedimentos são eficazes aos fins a que se destinam.

Após os tratamentos de todos os tipos, mas especialmente após as cirurgias, algumas regras devem ser respeitadas para a recuperação completa, como o repouso absoluto por 24hs e parcial por 8 dias, a alimentação saudável, sem carne de porco e pimentas, sem uso de tóxicos como o álcool e drogas, restrição de esforços físicos intensos e, após as cirurgias, abstinência sexual por 40 dias (para maiores detalhes acesse o site http://www.voluntarioseamigos.org, no link "sobre a casa")

A água fluidificada faz parte dos tratamentos e nela são depositados os recursos energéticos necessários para a limpeza orgânica e sutil, para a harmonização e energização. É orientado que se beba quanta água for possível, pelo máximo de tempo que puder.


A sopa, servida pela manhã, ao final dos trabalhos também faz parte do tratamento e é recurso indispensável para a melhora.


Atente que toda a área da Casa é seio de trabalho espiritual das entidades. Em cada banco do jardim, em cada canto de oração existem irmãos de Luz à trabalho. Guarde silêncio, quietude mental, paz no coração e respeito para com todos, principalmente através de atos, palavras e pensamentos. E que Deus abençoe a sua caminhada. Muita Luz.

É importante notar que devido à gravidade dos acometimentos de muitos irmãos, estes não devem deixar seus métodos de tratamento ortodoxos, mantendo os remédios prescritos pelos médicos, que Deus colocou em serviço da Humanidade. Toda forma de expressão da Vida tem um motivo de existir e Deus, em sua infinita misericórdia, fala conosco através da vida cotidiana. Pare agora. E ouça.

Os atendimentos (parte I)

Mas... como funciona mesmo?

Os trabalhos na Casa começam às quartas-feiras pela manhã e continuam em sessões independentes (isto é, você pode chegar pela primeira vez em qualquer uma delas) até sexta-feira de tarde. O visitante que vem pela primeira vez deve chegar preferencialmente antes das 8h para as sessões da manhã e antes das 14h para as sessões da tarde.

Na livraria (bookstore), que é uma lojinha que fica no fim do pátio do estacionamento, por onde todos entram, o visitante deve pegar uma ficha, gratuitamente, em que está escrito "primeira vez". Para os que já vieram e estão voltando, ou para que os já passaram alguma vez pela entidade, existe a ficha "segunda vez", e ainda a ficha "revisão" para aqueles que vêm após terem passado por "cirurgia" espiritual (após 7 dias).

Chegando, você pode curtir o ambiente agradável da Casa, a energia dos jardins, observar o vale, sentar para meditar, faça como quiser. Apenas atente que a Casa é um local sagrado, de oração, e que deve-se guardar silêncio em respeito aos demais.

Às 8h todos se reúnem no salão principal, de recepção, onde se iniciam os trabalhos, com orações de abertura e explicações ofertadas por um Filho da Casa sobre as normas a serem obedecidas para o bom funcionamento das atividades. Então, um orador proferirá algumas palavras sobre princípios morais, cura, ou haverá depoimentos pessoais.

Este, é um momento MUITO importante para se resguardar silêncio, introspecção e reflexão. A atitude mental (e corporal) é determinante para a boa receptividade do tratamento. No salão principal, todos já estão sendo preparados, equilibrados, harmonizados. Evite cruzar as pernas ou os braços, evite se manifestar abruptamente ou ficar se balançando. É compreensível que as pessoas guardem algum nervosismo, na ânsia por aquilo que buscam, mas tente manter seu corpo relaxado, sua mente aquietada, seu coração calmo e confiante. As vibrações sutis que lhe serão ofertadas só serão bem recebidas em condições de equilíbrio, ou então serão repelidas e não surtirão o efeito desejado.

Em um primeiro momento da sessão acontecem as cirurgias espirituais. O médium se mantém concentrado em sua sala particular enquanto os Irmãos do Plano Maior realizam os tratamentos, em uma sala especialmente reservada para isso. Portanto, os primeiros a ingressarem são aqueles que já foram designados para cirurgia pela entidade, em dias anteriores.

Logo em seguida, são chamadas as outras filas. A ordem de chamada pode variar e é determinada pela entidade. Quando chamados, aqueles com as fichas "primeira vez", "segunda vez" ou "revisão" farão uma fila, mantendo a atitude de silêncio e tranquilidade, e serão atendidos pelo médium, através do qual se manifestará um Ser de Luz, entidade trabalhadora na grande obra de Deus. Não é preciso pressa nem agitação, pois TODOS são atendidos.

Na sequência, são chamados aqueles que passaram pela entidade e que foi pedido que voltassem às 8hs, no caso da manhã, ou às 14hs, no caso da tarde. Atente que as filas se chamam "fila das 8h" e "fila das 14h", porém, elas podem ser chamadas a qualquer horário, em virtude da ordem estabelecida pela entidade.
Os irmãos que são orientados a retornar muitas vezes precisam ser observados por uma entidade diferente, dependendo do caso.

A fila entra por uma das portas de acesso à corrente mediúnica. A primeira sala é uma sala de limpeza, onde são transmutadas energias desqualificadas. Nesta sala existe água fluidificada (energizada) para contribuir com a harmonização.

O visitante ingressa então em um salão retangular, comprido, e no fim dele encontra-se o Sr. João, vestindo branco, descalço, sentado em uma cadeira e emprestando seu corpo físico como instrumento de trabalho para uma entidade de Luz. Muitos Seres se manifestam através dele, entre eles Dr. Augusto, José Valdevino, José Penteado, Rei Salomão e uma gama de outros irmãos conhecidos e anônimos que trabalham para o Bem da Humanidade.

Quando o visitante se aproxima, estando ele em paz e equilíbrio, é capaz de sentir a incrível energia que emana daquele Ser. As pernas ficam bambas, o coração quase salta boca à fora, todos os questionamentos são emudecidos, porque não é preciso dizer nada. Olhos profundos, largos, luminosos penetram o seu Ser e então, te conhecem. Melhor que você mesmo, porque são olhos que não pertencem ao mundo tri-dimensional da matéria, não são iludidos pelas aparências pois já venceram e suspenderam os véus de Maya, e assim, dessa forma, te conhecem. Enxergam além do tempo e do espaço, por isso vêem tudo o que foi e tudo o que vai ser. Porque vêem O QUE É.

Se mesmo assim você quiser perguntar, pedir, faça-o. Esses Seres são tão amorosos e sábios que compreendem nossas limitações, confusões, incertezas, pouca fé. Eles não se ofendem. Pergunte. Muitas vezes as respostas não sairão da boca do médium na forma de som audível aos seus ouvidos, mas elas virão. Ninguém sai daquela Casa sem respostas.

A entidade lhe dirá o que você precisa. Você pode concordar ou não. Pode aceitar ou não. Acredite, eles sabem o que você precisa.

Quem vai?

À Casa de Dom Inácio chegam todos aqueles que procuram ajuda. Procurar ajuda demanda uma virtude subexistente: humildade. Requer compreender a Força Maior que comanda a Vida, requer a fé de confiar e entregar o curso dos acontecimentos nas Mãos amorosas do Pai. Requer atitude de respeito, devoção, entrega.

Muitas vezes percorremos longos caminhos de dor para atingirmos esse estado de Ser.

"Só é verdadeiramente livre quem aprende a obedecer" (André Luiz em Nosso Lar).

Evoluímos. Determinismo implícito às leis divinas que regulam o Cosmos. Podemos caminhar em linha reta, galgando com demasiado esforço a montanha da ascensão rumo à Perfeição. Podemos pegar atalhos. Podemos entrar no labirinto confuso do ego. Isso toma um pouco de tempo, mas os mecanismos corretivos da vida nos direcionam a jornada. A dor atua como bálsamo redentor que nos induz a reflexão, a meditação, o conhecimento interior.

Assim, procuramos, aflitos, a cura do corpo, o sossego das emoções, a tranquilidade do pensamento. E encontramos muito mais do que isso, pois a cura acontece de dentro pra fora, flui do Espírito para o corpo. Assim, se não estamos sãos, é porque ainda não conseguimos exercer com plenitude todos os potenciais do Espírito. Essa perversão (perverter = deturpar, desvirtuar) da energia de Deus é refletida no corpo físico através das doenças.

Em Abadiânia desembarcam irmãos com os mais variados distúrbios da saúde, muitas vezes graves, e mesmo quem vai só pra conhecer, não descobriu ainda que vai para curar o que nem sabia que estava doente! Vai para equilibrar seus carmas, harmonizar a alma, encontrar a Paz. Vai para aprender lições, ouvir corações, exercitar Amor.

E pra quem pensa que, devido à gravidade da vida, Abadiânia pode parecer sombria ou triste...hum, não sabem a surpresa que encontrarão: sorrisos de todos os tipos e pra todos os lados. Das crianças, dos velhos, dos doentes e dos sãos. Porque todos finalmente sabem: tudo ficará bem.

Assim, cada um recebe aquilo de que precisa e não necessariamente aquilo que foi buscar.



Casa de Dom Inácio de Loyola

A Casa de Dom Inácio é o lugar que todos procuram. Essa Casa de Luz oferece abrigo, teto e comida, para o corpo e para a alma dos irmãos necessitados. Dom Inácio (ou Santo Inácio) é o patrono espiritual da Casa, o General 4 estrelas, comandante maior dessa falange de Seres que servem o Bem. Ele tem o poder de conceder bençãos, de curar, de amparar, de proteger. Sob seu comando, o médico iluminado, Dr. Augusto de Almeida, desce aos abismos do mundo material para resgatar seus filhos amados.

"Minha falange não é composta de dez, nem de cem, mas de milhares. Eu Sou Aquele que vai às profundezas do abismo para resgatar uma alma."

(Dr. Augusto de Almeida)

Na Casa de Dom Inácio, um homem, servo fiel e dedicado, emprega suas energias em horas de atendimento a cada visitante aflito. Ninguém vai embora sem o pão que alimenta o Espírito. O médium João Teixeira de Faria, que realiza esse trabalho missionário há mais de 50 anos, usando de sua mediunidade de cura, é o instrumento que a Espiritualidade Maior utiliza para atuar na matéria. O Sr. João é pessoa simples, de pouca instrução formal, de um coração amigo e de habilidade ímpar para servir à Espiritualidade. Embora as manifestações mediúnicas sejam racionalmente bem descritas à luz da doutrina espírita de Allan Kardec, o Sr. João afirma que é católico.

“O verdadeiro homem de bem é aquele que pratica a lei de justiça, amor e caridade, na sua maior pureza. Se interroga a sua consciência sobre os próprios atos, pergunta se não violou essa lei, se não cometeu o mal, se fez todo o bem que podia, se não deixou escapar nenhuma ocasião de ser útil. Se ninguém tem do que se queixar dele, enfim, se fez aos outros tudo aquilo que queria que os outros fizessem por ele” (ESE, Cap XVII, item 3).


O médium João é um homem de bem, um bom médium, pois sabe-se que ser bom médium não é ter capacidades mediúnicas bem desenvolvidas, é sim, servir aos bons Espíritos com abnegação e renúncia.

"Eu não curo ninguém. Quem cura é Deus, que na sua infinita bondade, permite às Entidades que me assistem proporcionar cura e consolo aos meus irmãos. Eu sou apenas um instrumento em Suas divinas mãos" (João Teixeira de Faria)

A mediunidade de cura é uma das diversas habilidades que um médium pode expressar. Um médium, como a própria palavra diz, é um meio, um veículo de conexão e expressão da Espiritualidade no mundo dos cinco sentidos da matéria. Seu corpo energético, também chamado perispírito, é sensível ao mundo invisível, e impressionável, e ele então comunica por diversas formas possíveis, as impressões que se registram no seu Ser.

(Para uma compreensão mais profunda sobre os mecanismos da mediunidade, procure livros específicos, entre eles o pentateu da doutrina, os cinco livros básicos: O Livro dos Espíritos, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Livro dos Médiuns, A Gênese e O Céu e o Inferno, todos de Allan Kardec)


"Restitui a saúde aos doentes, ressuscitai os mortos, curai os leprosos, expulsai os demônios. Dai gratuitamente o que gratuitamente recebestes" (São Mateus, cap X, v. 8).

Primeiros Passos

Terra vermelha, poeirenta.
Céu de brigadeiro.
Sol escaldante.

Quem desce do ônibus na beira da estrada principal entre Brasília e Anápolis dá os primeiros passos, ainda receosos, em um mundo de milagres possíveis. Abadiânia é a terra da esperança para muitos que chegam. Ali, onde nada é certo, TUDO é possível.

Quem vem, vem de longe, quem sabe de onde! Muitas vezes do outro lado do globo. Traz na bagagem um coração partido, um corpo mutilado, uma alma aflita. Desenganados pela Medicina moderna, desencontrados de si mesmos, sedentos de explicações e de Paz.

A cidade é simples, casebres semi-acabados beiram a rua estreita e comprida. Os moradores espreitam discretamente, oferecem sorrisos tímidos, porque sabem que ali chega mais um visitante doente. Doente do corpo ou doente da alma, quase todos vêm em busca de respostas. Do lado de cá da BR, Abadiânia é um pedacinho do céu na terra. Oferece respostas, luz no caminho, energia regeneradora, afeto ao coração carente.

Conforme ascendemos pela rua, rostos dos mais diversos se descobrem, as roupas brancas flutuam no vento fresco e reluzem sob o sol ardente. A Babel é ali. Sotaques dos mais diversos, inglês em sua maioria, apontam que naquela cidade o mundo se reúne. Não existe sectarismo, divisão, dualidade. Todos se encontram e falam uma só língua: o Amor.

Ninguém entende com precisão o que acontece, mas todos SABEM que acontece. Isso se chama FÉ. A entrega completa e absoluta do ego ao Amor Universal, ao poder dessa energia, a Deus. Ali, naquela expressão absoluta do ecumenismo, todos são bem recebidos: cristãos de todas as crenças - católicos, evangélicos, espíritas - espiritualistas de todas as linhas - ocidentais e orientais - e há também quem não siga qualquer tipo de crença institucionalizada. Mas, afinal, quem se importa? Saber é bem mais que crer. Nessa cidade o universalismo ecumênico é um tributo de amor aos ensinamentos do Cristo. Quem chega em Abadiânia, chega para abrir mão de tudo que foi, para abandonar os velhos olhares e julgamentos, para enxergar a natureza eterna no Espírito. Chega para exercitar os músculos atrofiados da tolerância, da compaixão, do amor fraternal e desinteressado.

Quem vem a essa cidade de Luz, deve saber: nunca mais será o mesmo. Sair daqui e querer voltar aos velhos hábitos, à mesma forma de enxergar a vida e de se relacionar com o mundo não será mais possível. A não ser que você se esforce pra isso.